De acordo com o monitoramento da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), choveu em 49 dos 79 municípios cearenses que informaram dados nesta quinta-feira, 10. Em Fortaleza, registros mínimos de precipitações, com 0.2mm, segundo dados retirados até as 9 horas. No Interior, os municípios de Palmácia e Aracoiaba, no Maciço do Baturité, tiveram as maiores precipitações até o momento, ambas com 52.2mm.

Com o início da quadra chuvosa no Ceará, que se iniciou em fevereiro, o Estado está sendo marcado por poucas chuvas, diferente do mês de janeiro. De acordo com a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), a previsão indica maior possibilidade de chuva nas áreas oeste e sul do Estado para esta quinta-feira, 10.

Como se mede a chuva?

De acordo com o Instituto de Pesquisas Espaciais (Inpe), o índice pluviométrico refere-se à quantidade de chuva por metro quadrado em determinado local e em determinado período. O índice é calculado em milímetros. Um milímetro de chuva significa um litro de água acumulado em um metro quadrado.

Se dissermos, por exemplo, que em certo posto o registro foi de 20 mm, significa que, se houvesse ali uma caixa aberta com 1 metro quadrado de base, o nível da água dentro dela teria atingido 20 mm de altura. Ou seja, naquele dia e naquela localidade, 20 litros de água caíram em um metro quadrado.

Previsão para a quadra chuvosa

O prognóstico climático divulgado pela Funceme para o período entre fevereiro e abril indica 40% de probabilidade de chuvas acima da média, 40% em torno dela e ainda 20% de chances de precipitações abaixo da normal climatológica.


OPOVO